quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Não te contentes

Não te contentes
em receber a cinza na cabeça.
Lembra-te que és pó.

Não te contentes
em arrepender-te.
Acredita no Evangelho.

Não te contentes
em converter os outros.
Converte-te.

Não te contentes
em mudar a cor das coisas.

Muda as coisas.
Não te contentes
em ser feliz.

Faz feliz alguém.
Não te contentes
em esperar a Terra Prometida.

Aceita o Reino que já chegou.

Não te contentes
em ler este poema de boas intenções.
Faz o teu de realidades.

2 comentários:

Nanda Assis disse...

Tocante!!

bjos...

Rita Velosa disse...

Amém!
Padre seu blog ainda está ativo?
O senhor ainda está aí na paróquia?